Como funciona um sistema de gestão de assinaturas digitais?

Alex Sandro da Silva Pereira 177 views1

A adoção da certificação digital para otimizar os processos de fechamento de contratos é um grande passo para empresas de diversos setores. Os ganhos em economia de tempo e recursos são ainda maiores ao se adotar um sistema de gestão de assinaturas digitais. Por isso, vamos explicar como funcionam os sistemas que facilitam a vida de todos os executivos da empresa.

O que é e como funciona um sistema de gestão de assinaturas digitais?

Um sistema de gestão de assinaturas digitais é uma interface que gerencia a distribuição e a coleta de assinaturas em documentos digitais. Ele representa um grande ganho em agilidade no fechamento de contratos, já que colhe as assinaturas na ordem correta e dispensa a distribuição dos documentos de mão em mão.

Com a assinatura digital, também se dispensa a rubrica em cada página do contrato, como acontece com documentos em papel. Tudo isso com a mesma validade jurídica e com mais segurança. O funcionamento do sistema de gestão de assinaturas digitais acontece em quatro passos:

Passo 1

O sistema recebe o documento a partir do cadastro de um usuário ou pela integração com outra aplicação de gestão de contratos digitais.

Passo 2

Com o documento digital, o sistema de gestão de assinaturas digitais notifica, via e-mail, cada uma das pessoas envolvidas na transação com um link para acessar e assinar o documento. Elas serão notificadas na ordem correta em que devem assinar o documento, otimizando o processo.

Passo 3

Cada envolvido deve acessar o link mediante confirmação da identidade por meio de um certificado digital. Com isso, eles podem ler o documento na íntegra e fazer a assinatura digital.

Passo 4

Quando todos os envolvidos assinarem o documento e não houver pendências, o sistema de gestão de assinaturas digitais encerra o processo e notifica o usuário.

O funcionamento pode parecer simples, mas somente com a adoção de um sistema de gestão de assinaturas digitais é possível tirar o máximo da certificação digital em grandes empresas, potencializando ao máximo o tempo e a eficiência dos processos.

Sua empresa já conta com um sistema? Quais foram os impactos na rotina de fechamentos de contratos? Deixe seus comentários abaixo.

Foto do topo: Jarmoluk/CC

COMPARTILHE ESSA POSTAGEM

Alex Sandro da Silva Pereira

Mestrando em Ciências da Computação na Universidade Federal de Santa Catarina e graduado em Sistemas de Informação pela mesma universidade, onde atuou em projetos relacionados ao ITI no Laboratório em Segurança em Computação (LabSEC). Detém conhecimento avançado sobre os formatos de assinaturas digitais atualmente utilizados no contexto nacional e internacional, a citar (XMLDSig, XAdES, CMS, CAdES, PDF, PAdES, XAdES-ICP-Brasil, CAdES-ICP-Brasil e PAdES-ICP-Brasil). Hoje lidera projetos de desenvolvimento de soluções de criptografia. Além disso, participou da normatização do PAdES-ICP-Brasil e atualmente é membro do grupo permanente da manutenção dos padrões de assinatura digital da ICP-Brasil.

Comentários (1)

  1. Muito bom, estou a desenvolver um sistema desses. Usando certificado psk12. E gerar PDF assinado com chave de pesquisa de autenticação do documento.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>